Partilhar

Como hackear conversas no WhatsApp

Por João Santos. Atualizado: 19 fevereiro 2019
Como hackear conversas no WhatsApp

Apesar de ser o app mais utilizado para troca de mensagens a segurança das suas conversas não está assim tão segura como você pensa. Para que você entenda, o umCOMO explica passo a passo quais são os truques, programas e apps conhecidos quando o assunto é como hackear conversas no Whatsapp. Falando sobre um tema tão sério como esse, vamos esclarecer também quais são as possíveis consequências legais quando se invade o WhatsApp de alguém. Lembre-se que ao hackear o celular de alguém é invasão de privacidade e dependendo do caso pode ser configurado crime, aí você decide se quer ou não avançar. Utilize seu bom senso e responsabilidade.

Também lhe pode interessar: Como criar conversas falsas no WhatsApp

Invadir WhatsApp é crime

Existem poucas situações em que hackear o WhatsApp de outra pessoa não é considerado algo ilegal. Entenda, segundo o código penal brasileiro e as legislações relacionadas:

Falsidade ideológica (307 CP)

O trecentésimo sétimo artigo do Código Penal Brasileiro (307 CP) afirma que atribuir uma falsa identidade para levar vantagem ou causar dano é crime. Essa lei pode ser aplicada, principalmente, para casos em que se invade o WhatsApp de alguém para se passar por essa pessoa.

A pena pode ser uma detenção (cadeia) de 3 meses a um ano, com possibilidade de multa, de acordo com o caso.

Lei Carolina Dieckmann (Lei 12.737, de 2012)

A invasão de dispositivos alheios com o intuito de obter informações e arquivos privados pode acarretar em até 2 anos de prisão, ou mais, de acordo com o teor dos crimes virtuais e julgamento.

Mais informações em: Criar perfil falso no WhatsApp é crime?

Quebra de sigilo de comunicação sem ordem judicial (Lei 9206, de 1996)

A lei nº 9206 prevê detenção de 2 a 4 anos, com possibilidade de multa, para tudo aquilo que for considerado interceptação de comunicações telefônicas sem indícios de participação criminal da pessoa que está tendo o seu sigilo telefônico invadido.

Delegacias de crimes virtuais

Sob qualquer suspeita de estar sendo vítima ou cúmplice de um crime virtual, existem delegacias de crimes virtuais espalhadas por todo o Brasil que podem te ajudar quanto aos crimes cibernéticos. A partir delas você também pode fazer denúncias

Se, mesmo assim, consciente das possíveis consequências, você ainda está decidido a hackear o WhatsApp de alguém, você pode tentar alguma das maneiras sugeridas a seguir, por sua conta e risco.

Leia também: Como denunciar um site de compras falso - passo a passo

Como hackear WhatsApp com com WhatsAppSnifer

Quem invade a conta do WhatsApp de alguém você precisa de duas coisas fundamentais e pode hackear o WhatsApp de um celular mesmo.

Primeiro, fazer o download do programa que localiza o celular da vítima, poderá obter esse aplicativo no site para hackear WhatsApp online WhatsAppSniffer e ir ao separador Download Links e escolher uma das opções (sugerimos que descarregue sempre a versão mais atual que já conta com todas as atualizações disponíveis).

Também é preciso estar conectado à mesma rede Wi-Fi que o celular que queira invadir. Ou seja, não vai funcionar se o criminoso estiver em casa e quiser fazer o hackeamento de uma pessoa que está em outro lugar ou até mesmo em outra cidade.

Neste caso, hackear o WhatsApp à distância não é possível. Os lugares onde estre tipo de crime costumam ocorrer são em cafés, na escola/faculdade ou numa zona onde haja Wi-Fi aberta. Ou seja, só é possível hackear WhatsApp pelo número online no mesmo Wi-Fi

Como hackear conversas no WhatsApp - Como hackear WhatsApp com com WhatsAppSnifer
Imagem: ialmopia.gr

Hackear WhatsApp pelo WiFi

Depois de feito o download e a instalação do WhatsAppSniffer é preciso interceptar o sinal de Wi-Fi.

Também será necessário colocar a região em que o criminoso se encontra e preencher uma caixa de texto com o número de celular da vítima. Em seguida clique a opção Connect pede para aguardar alguns segundos até que o programa detecte o dispositivo para invadir o WhatsApp pelo número.

Sugestão: Como descobrir senhas Wi-Fi com Android

Como hackear conversas no WhatsApp - Hackear WhatsApp pelo WiFi
Imagem: ineedhacks.com

'Dentro' do WhatsApp de alguém

Depois de conectado ao aparelho o invasor poderá ver a foto de perfil, o país e o status da pessoa. Pode alterar o status escrevendo na caixa de texto onde diz Type new status e até enviar mensagens para os contatos a partir do aplicativo. Na caixa Chatlog pode ver as mensagens trocadas com os contactos, bem como fotos enviadas ou vídeos.

Dica: Confira também como hackear Instagram com esse artigo do umCOMO.

Como você viu, esta ferramenta para hackear WhatsApp de outro celular é um atentado à privacidade das pessoas portanto aconselhamos que apenas a utilize com autorização da outra pessoa. Se você for descoberto, isso poderá causar problemas graves para si e a sua reputação nunca mais será a mesma, inclusive pode ser considerado crime.

Em tom de conclusão, o Whatsapp devia sustentar mais a sua base de encriptação porque deixa os utilizadores sujeitos a invasões como a que pudemos observar neste artigo.

Sugestão: Dicas e truques do WhatsApp

Como hackear conversas no WhatsApp - 'Dentro' do WhatsApp de alguém
Imagem: ineedhacks.com

Como hackear WhatsApp web

Quando se tem acesso ao celular da pessoa, uma maneira possível de hackear WhatsApp é utilizando a versão web do app, que já foi considerado pelo grupo Check Point[1], a versão mais vulnerável do app.

Para hackear WhatsApp Web de outra pessoa, é preciso ter, fisicamente, o celular da pessoa, um computador e uma rede WiFi que você saiba a senha. Funciona assim:

  1. Abre-se o celular da pessoa;
  2. Instala-se no PC ou se acessa diretamente o navegador a versão do WhatsApp web;
  3. Quando a ferramenta solicita o código QR, é preciso fazer uma leitura pelo celular ao qual se deseja ter acesso às conversas;
  4. A partir daí, se consegue hackear WhatsApp à distância, lendo as conversas da pessoa do seu computador, sem que ela saiba.

Leia também: Como descobrir senhas sobre asteriscos

Outros sites para hackear WhatsApp

Online você encontra muitas promessas de sites e programas para hackear WhatsApp. A questão é que, além da ilegalidade que é a invasão de privacidade, nada garante que os seus dados estão seguros, muito menos que o procedimento vai funcionar.

O ideal, antes de inserir seus dados, fazer download de qualquer programa desconhecido ou até mesmo pagar por ele é tentar saber como foi a experiência de outras pessoas que já usaram. Em fóruns virtuais e sites como o Reclame Aqui você pode encontrar depoimentos de usuários.

Existem outras maneiras de hackear ou clonar WhatsApp pelo número, opções conhecidas e não testadas são:

  • Spyzie: é uma ferramenta de monitoramento de smartphone que promete deixar que você acompanhe em tempo real o celular de outra pessoa. Isso, teoricamente, permite que você tenha acesso ao WhatsApp e outras redes sociais como Facebook (como descobrir a senha do Facebook de alguém) e Instagram;
  • Mac Spoofing: é um hardware que promete te ajudar a descobrir o endereço MAC, que é uma espécie de IP para redes locais, de outra pessoa, e a partir desse número ter acesso ao dispositivo móvel e, consequentemente, ao WhatsApp de alguém.
  • Mspy: foi lançado como um app para ajudar pais a controlar o que os filhos mais novos estão acessando online, mas acaba sendo também uma maneira de controlar o celular de quem você quiser, contanto que pague algum dos pacotes oferecidos e consiga instalar o aplicativo no celular da pessoa em questão.
  • Revealer Keylogger: também é divulgado como uma ajuda aos pais que querem controlar a atividade dos filhos na internet. O programa é uma espécie de espião que monitora os movimentos do teclado, permitindo que a pessoa saiba a senha, a partir do que foi digitado. Veja mais em: Como usar o Revealer Keylogger

Clonar WhatsApp pelo número e golpes

Existem serviços divulgados online que também prometem hackear WhatsApp à distância ou clonar o número do WhatsApp. Além de serem considerados ilegais, a incidência de golpes relacionados a este tipo de anúncio também é alta.

Já são conhecidos golpes de invasão de WhatsApp cujo hackeamento é feito com tentativas de acessar o WhatsApp de outra pessoa em outro celular, utilizando o sistema alternativo à verificação em duas etapas. É por isso que se você quer evitar ter o seu WhatsApp hackedo, existem alguns cuidados que podem fazer a diferença:

  • Ative a verificação de 2 etapas (Configurações->Conta-> Verificação em 2 etapas) para dificultar o acesso ao WhatsApp por outros dispositivos;
  • Bloqueie o WhatsApp com senha com aplicativos como o WhatsLock, por exemplo;
  • Mas tome cuidado com apps de origem desconhecida que pedem acesso aos seus dados;
  • Utilize regularmente um antivírus de confiança no seu dispositivo. Saiba como saber se seu celular está com vírus;
  • Jamais responda mensagens ou chamadas que pedem para que você leia um código de verificação;
  • Confira as suas sessões ativas na versão do WhatsApp Web, assim você consegue saber se o seu WhatsApp está sendo acessado de outros computadores. Para ter acesso à essas informações, basta abrir o WhatsApp, e seguir este caminho: Ajustes -> WhatsApp Web/ Desktop -> Sessões ativas -> Sair de todas as sessões;
  • Qualquer movimentação de mensagens que você não tenha enviado é um indício de que o seu WhatsApp foi invadido, neste caso o ideal é entrar em contato com o suporte do WhatsApp enviando um e-mail para: support@whatsapp.com.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como hackear conversas no WhatsApp, recomendamos que entre na nossa categoria de Internet.

Referências
  1. BLOG CHECKPOINT.Check Point Discloses Vulnerability that Potentially Allows Hackers to Take over Hundreds of Millions of WhatsApp & Telegram Accounts. Disponível em: <https://blog.checkpoint.com/2017/03/15/check-point-discloses-vulnerability-whatsapp-telegram/>. Acesso em 19 de fevereiro de 2019.
Bibliografia
  • BRASIL. Decreto n. 9.296, de 24 de jul. de 1996. Constituição Federal, Brasília,DF, jul 1996. Disponível em: <www.planalto.gov.br/cCivil_03/LEIS/L9296.htm>. Acesso em 19 de fevereiro de 2019.
  • BRASIL. Decreto n. 12.965, de 23 de abr. de 2014. Constituição Federal, Brasília,DF, abr 2014. Disponível em: <www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/lei/l12965.htm>. Acesso em 19 de fevereiro de 2019.
  • BRASIL. Decreto n. 12.737, de 30 de nov. de 2012. Constituição Federal, Brasília,DF, nov, 2012. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/lei/l12737.htm>. Acesso em 19 de fevereiro de 2019.
  • PORNOGRAFIA DE VINGANÇA. Leis. Disponível em: <https://pornografiadevinganca.com/inicio/leis/>. Acesso em 19 de fevereiro de 2019.

Escrever comentário sobre Como hackear conversas no WhatsApp

O que lhe pareceu o artigo?
128 comentários
A sua avaliação:
roberto
como raquear whats
A sua avaliação:
ANTONIO
TRABALHAMOS COM HACKEAMENTO DE WHATSAPP

CHAMAR NO WHATSAPP

011964845915
Clayton
Mentira eles não fazem nada só dão o migué não paguem
ANA MARIA
Para mim deu tudo certinh
WALQUIRES
PARA MIM FOI DE GRANDE AJUDA
pedro silva
bom de mais
MARIA
como faco pra hackear um Whatsapp de uma pessoa, mas não tenho acesso ao aparelho.
Adolfo
Tem como hackear um celular só pelo número? Se tem quanto custa ?
Sandra
Com hackear zap de outro pessoa
Hugo Leonardo da Fonseca
Boa noite. Eu desejo hacker um Whatsapp. Mais acho que pode está usando dados móveis ou uma rede de Wi-Fi que eu não estou utilizando. Tem como eu rastrear do meu aparelho celular? Obrigado.
Rafaela
A pessoa vai saber se o Whatsapp for hackeado?
Julia
A pessoa vai receber alguma notificação de que estao hakeando o celular dela?
A sua avaliação:
Leandro Felipe de oliveira
Eu vi que vc falou que consique rackaer o celular de alguém a distância eu pago.amigo vou dar meu número ai vc entra em contacto comigo blz
Eriosvanda rufino goncalves
Vc consegue hachear

Como hackear conversas no WhatsApp
Imagem: ialmopia.gr
Imagem: ineedhacks.com
Imagem: ineedhacks.com
1 de 4
Como hackear conversas no WhatsApp

Voltar ao topo da página