Partilhar

Como funciona um disco rígido SSD

Por Redação umCOMO. Atualizado: 8 agosto 2019
Como funciona um disco rígido SSD
Imagem: omicrono.com

Os discos rígidos SSD (Solid State Disk), que se popularizaram em grande parte por sua inclusão nos modelos do Macbook Air, têm a vantagem de que em um pequeno espaço físico podem armazenar uma quantidade de dados muito superior à de um disco rígido tradicional ou mecânico.

A grande desvantagem é seu custo, mas devemos supor que com o tempo começarão a ficar mais baratos. Para conhecer todos os prós e os contras, em umComo.com.br explicamos-lhe como funciona um disco rígido SSD.

Também lhe pode interessar: Como unir uma partição em um disco rígido
Passos a seguir:
1

Diferentemente dos discos rígidos mecânicos, eles não giram, armazenam a informação em diminutas células, como se fossem um ficheiro. Isso facilita que a leitura dos discos SSD seja bem mais rápida que a dos mecânicos -que precisam girar para acessar os dados- o que faz com que, na prática, o computador ligue e desligue em segundos, que os programas abram rapidamente e, enfim, que funcionamento do equipamento em geral seja muito rápido.

2

Agora, citamos a primeira desvantagem. Os discos rígidos SSD gastam-se, isto é, têm um "número limitado" de operações de leitura e escrita, de modo que quando chegam a esta quantidade deixam de funcionar. Colocamos entre aspas "número limitado" porque, na verdade, essa cifra de operações máxima que eles admitem é tão ampla que é praticamente impossível atingi-la.

3

Quanto à manutenção, não é necessário desfragmentarmos o disco rígido SSD para ganhar espaço, já que esta operação que deve ser realizada com certa frequência nos discos rígidos mecânicos para reordenar os dados, nos SSD não é necessária pela própria natureza do aparelho, que já tem estes bits colocados no lugar certo.

4

Ainda que os discos rígidos SSD costumem ser usados maioritariamente em ultrabooks, pelo pouco espaço físico de que precisam, também são comercializados como discos rígidos externos.

5

Na hora de movimentar nosso computador, o disco rígido SSD não apresenta nenhum problema, já que ao carecer de um mecanismo giratório, não corre o risco de estragar, algo que ocorre com os computadores com discos rígidos mecânicos.

6

A natureza dos discos SSD faz com que requeiram um consumo menor de energia que os mecânicos, o que os torna ideais para os portáteis.

Se pretende ler mais artigos parecidos a Como funciona um disco rígido SSD, recomendamos que entre na nossa categoria de Computadores.

Escrever comentário sobre Como funciona um disco rígido SSD

O que lhe pareceu o artigo?

Como funciona um disco rígido SSD
Imagem: omicrono.com
Como funciona um disco rígido SSD

Voltar ao topo da página