Partilhar

Qual a diferença entre mono e estéreo

Por Nicolas Santos. Atualizado: 16 janeiro 2017
Qual a diferença entre mono e estéreo
Imagem: infohw.com

Os áudios mono ou estéreo oferecem diferentes experiências sonoras para os nossos ouvidos. O estéreo é mais comum para sistemas de som domésticos para músicas gravadas, já o mono oferece diferentes benefícios para as pessoas que buscam gravações antigas com boa qualidade. A diferença básica entre eles é o tipo de sinal que o amplificador transmite para a caixa acústica, não na forma do som ou pela qualidade.

Pessoas que trabalham com som como os técnicos de som precisam ter conhecimento de como funcionam esses canais para buscar uma melhor qualidade de som dependendo do ambiente, forma que vai ser reproduzida ou o tipo de gravação. Umcomo te explica, neste artigo, quais as diferenças entre mono e estéreo.

O som monofônico

As caixas de som ou amplificadores (para caso de instrumentos musicais) produzem um som de frequência monofônica, que abreviamos para 'mono'. Monofônica pois transmite um sinal único que pode ser transmitido através de apenas um canal para as caixas acústicas, e mesmo que sejam duas caixas, elas produzirão a mesma frequência única. Desta forma o mono não transmite aquela sensação de profundidade na música.

Apesar das desvantagens a captação mono ainda é muito utilizada, como é o caso dos discursos, onde a captação de uma unica frequência é mais vantajosa e apresenta menos ruídos.

A captação mono é bastante utilizada para gravar instrumentos graves ou médios, que não possuem variação de som no ambiente e até mesmo a voz, pois destes tipos de som nós não queremos ampliar a largura do áudio, apenas captá-lo dentro de seu ambiente. Exemplos de sons captados em mono: Som da voz, contra-baixo, guitarra e violão.

O som estéreo

O som estéreo se tornou um formato padrão para as músicas gravadas a partir dos anos 60, e hoje temos como maioria os sistemas de som domésticos que usam amplificação estéreo, assim como os fones de ouvidos e sistemas de PA em salas de concertos. Isso é devido a sua capacidade de reproduzir a separação física de cada instrumento quando a gravação foi feita, dando uma impressão de profundidade no som, como se estivesse sendo tocado na sua frente ao assistir um show na Tv com audição estéreo.

A rádio FM usa sempre transmissão em estéreo para todas as músicas registradas desde o inicio dos anos 70.

Para a gravação de sons num estúdio alguns exemplos de utilização da captação estéreo são: Coral de vozes, pratos da bateria, piano acústico (gerando a distribuição das notas graves para agudas)

Se pretende ler mais artigos parecidos a Qual a diferença entre mono e estéreo, recomendamos que entre na nossa categoria de Eletrônica.

Escrever comentário

O que lhe pareceu o artigo?

Qual a diferença entre mono e estéreo
Imagem: infohw.com
Qual a diferença entre mono e estéreo

Voltar ao topo da página